O Palácio de Inverno

Quem leu O Menino do Pijama Listrado e gostou, tem que conhecer as outras obras de John Boyne. Ele escreve romances históricos, que são essas histórias que misturam realidade e ficção. Eu li outros dois livros seus: O Garoto do Convés e O Palácio de Inverno, e amei os dois. Mas vamos focar no Palácio de inverno.

Eu estava em um momento da vida em que o que eu mais precisava era ler um romance leve, daqueles que você torce pelo casal e ponto. Não queria pensar muito, nem desvendar linguagens complexas. Me lembrei que tinha lido algo sobre esse livro e fui atrás.

Descobri um mundo paralelo que era a Rússia dos Czares e já quero marcar a próxima viagem. Bom, vamos à história, né?

Geórgui é um senhor que conta sua vida em capítulos que misturam o presente e o passado. Quando era jovem, deixou para trás sua família para trabalhar como segurança do único filho homem do Czar Nicolau III. Se apaixonou perdidamente por Anastácia, uma das outras 4 filhas do monarca. Com a Revolição Russa os dois se desencontram e não se veem mais.

Agora, o senhor Geórgui é casado com Zoia e vive na Inglaterra, onde tem que lidar com o preconceito e as dificuldades de um russo em um mundo pós segunda-guerra. Zoia fica doente e Geórgui tenta entender como vai seguir sua vida sem ter a esposa ao seu lado.

O livro é rico em detalhes do cotidiano do czar e da sua família e os cenários também ficam muito claros na narrativa. Você imagina o que era a vida de um russo camponês e o que era a vida de alguém da “corte” e consegue visualizar os fatos históricos narrados no livro. Foi “quase”mais esclarecedor do que as aulas de história.

Segue o primeiro parágrafo:

“Meus pais não foram felizes no casamento.

Passaram-se anos, décadas, desde a última vez que aturei a companhia deles, mas ambos me voltam à lembrança quase todos os dias, por alguns instantes, não mais do que isso. Um sussurro da memória, tão leve como o hálito de Zoia em meu pescoço quando dorme de noite a meu lado. Tão suave como seus lábios em meu rosto quando me beija à primeira luza da manhã. Não sei exatamente quando morreram. Não sei nada sobre a morte deles, além da certeza natural de que não pertencem mais a esse mundo. Mas penso neles. Ainda penso neles.”

Água com açúcar sem ser burro. Para mim, um dos melhores gêneros da literatura.

Capa do livro

 

A família do Czar

Vai lá: O Palácio de Inverno

            John Boyne

            Cia das Letras

            453 páginas

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para O Palácio de Inverno

  1. susy disse:

    oi Vera, não tem nada a ver com teu comentário, mas achei que talvez vc gostasse desta imagem e não sabia como postar de outra maneira…
    bj
    susy

  2. Georgia Nog disse:

    Oi Vera!

    Sou leitora do seu blog desde o primeiro post (pena que eles andam cada vez mais esporádicos) e gostaria de saber se você tem alguma indicação de livro para pré-adolescentes.
    Tenho uma irmã de 11 anos e gostaria de presentea-la com um livro no natal, mas não sei qual. Até onde sei, ela nao se interessa muito por leitura, o que é normal nessa idade, mas eu gostaria de estimular esse hábito na vida desta pequena tão querida!

    Pode me ajudar, por favor?

    um abraço carinhoso

    Georgia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s